Tâmara

A tamareira tem porte médio e alcança de 15 a 25 metros de altura. Eventualmente ela aparece em arranjos vegetais denominados touceiras, nos quais diversos caules compartilham o mesmo sistema de raízes, mas normalmente ela se desenvolve separadamente.

As tâmaras provêm de oásis que pontuam os desertos do norte da África, mas há quem afirme haver uma possível procedência do sudoeste da Ásia. Existem mais ou menos cerca de 20 variedades de tâmaras, mas apenas quatro foram encontradas para ter benefícios significativos para a saúde: as amarelas Barhi, Deri, Medjool e Halawi.

Sobre a tâmara

Ação: Estimula os níveis de estrogênio, laxante.

Uso: A tâmara é fonte de boro, que previne a perda de cálcio, muito importante no combate à osteoporose e ao enfraquecimento dos ósseo. Contém vitamina A, B1 (tiamina), B2 (riboflavina), C e D, bem como valiosos sais minerais e fibras.

Suco: A tâmara não contém muita água, portanto, não dá muito suco, embora um purê de tâmaras possa ser adicionado a alguns sucos de vegetal para adoçá-los e dar mais sabor.

Polpa: Use 3 a 4 tâmaras para adoçar as vitaminas e deixá-las mais espessas.

Planta: A tamareira é uma planta dióica. As inflorescências, panículas ramificadas, crescem nas axilas das folhas. Os cachos de flores das árvores masculinas têm aproximadamente metade do tamanho das plantas femininas. Dos três carpelos desenvolve-se apenas um, formando-se, assim, um único fruto, a tâmara, com cerca de 5 cm de comprido e extraordinariamente rico em açúcar.

A tâmara estimula o apetite, beneficiando assim nos transtornos de estômago e intestinos associados á inapetência.As fibras , minerais e açucares permanecem preservados e ficam muito mais concentrados , daí o forte sabor adocicado e aroma. A tâmara, ou dátil como também é designado, constitui o alimento nacional dos árabes.

Apresenta 73% de açúcar natural, 2% de proteínas, sais minerais (potássio, magnésio, cálcio, fósforo e ferro) e vitaminas A, B1, B2, e C. Contém a vitamina A que estimula o crescimento e o desenvolvimento, as vitaminas Bl e B2, as vitaminas do sistema nervoso e a vitamina PP. Estas vitaminas têm funções fundamentais na gestão da saúde do organismo: no metabolismo dos hidratos de carbono; no controlo sanguíneo dos níveis da glicose e dos ácidos gordos para regular uma distribuição constante de energia; na produção da hemoglobina, para controlo da anemia. Entre os sais, destaca-se o magnésio, o cálcio e o íosforo. As suas propriedades terapêuticas actuam contra os resfriados bronquiais e combatem as diarreias das crianças.

As tâmaras frescas são carnudas e suculentas. Como fruto seco, podem servir de aperitivo ou de ingrediente de tartes e doces. Os minerais são importantíssimos no nosso organismo, a tâmara ajuda a manter os níveis necessários. Não obstante , na secagem se perdem as vitaminas C e as do complexo B , no caso das frutas secas.

A tâmara é, ainda, uma ótima opção para quem precisa obter muita energia, como os esportistas e as crianças. Isso porque é altamente energética: 100 g de tâmaras secas possuem 274 Kcal. Assim ocorre a necessidade dese combinar frutas “in natura” com as secas. Alem disso , o teor de água das frutas frescas e indispensável, o que nos ajuda a repor as perdas hídricas do organismo , principalmente no verão.O seu valor deve-se me grande parte á composição em celulose e frutose, que são recomendadas para situações de mau funcionamento da flora intestinal, pois funcionam como um ligeiro laxante. As tâmaras contém sacarose, é rico em fibra e celulose, proteínas, hidratos de carbono, vitaminas A, B1, B2 y C, sódio, cálcio, magnésio, ferro, fósforo, enxofre e muito rica em potássio. O seu valor deve-se me grande parte á composição em celulose e frutose, que são recomendadas para situações de mau funcionamento da flora intestinal, pois funcionam como um ligeiro laxante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *