Prefeitura acaba com serviço de jovem em posto de saúde

JOVEM

A gestão João Doria (PSDB) enviou na última sexta-feira uma ordem para que todas as unidades de saúde da cidade demitissem os integrantes do Jovem SUS, projeto da gestão Fernando Haddad (PT) para contratar jovens desempregados de famílias de baixa renda para auxiliar no pré-atendimento aos pacientes nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde).

A ordem era para que todos os bolsistas assinassem o desligamento “impreterivelmente” na sexta-feira, para que todos fossem dispensados de suas funções até o final deste mês.

Bolsistas afirmam que desde o final do ano passado as vagas de quem deixava o programa não estavam sendo preenchidas.

No início do mês, segundo eles, a prefeitura cortou o Bilhete Único.

Criado em agosto de 2015, o Jovem SUS contratou 800 jovens, com idades entre 18 e 29 anos, para auxiliar no pré-atendimento de saúde.

Eles precisavam ter o ensino fundamental completo, estarem desempregados, sem receber seguro-desemprego há pelo menos quatro meses e fazerem parte de famílias cuja renda era de no máximo R$ 394 por pessoa.

Na ocasião, mais de 10 mil jovens se inscreveram para concorrer às vagas.

O salário era de um pouco menos que o salário mínimo para seis horas diárias de trabalho, além de verba para transporte.

Resposta

A Secretaria da Saúde da gestão Doria (PSDB) afirma que a interrupção do termo de cooperação do Jovem SUS, que teria validade até dezembro, faz parte da política de humanização apresentada pela atual gestão.

“O melhor nível de acolhimento se dá quando é realizado pela equipe técnico-assistencial do serviço, uma vez que favorece a criação de vínculo entre profissionais e a população usuária do serviço, fato que melhora significativamente a qualidade na assistência”, diz em nota.

A secretaria afirma que os bolsistas foram dispensados porque não fazem parte da “equipe técnico-assistencial”.

A gestão não comentou os dados sobre queda nas reclamações do serviço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *