Algumas das Peças em Cartaz

BICHO DE SETE CABEÇAS

História inspirada no livro Contos Malditos teve versão cinematográfica e agora ganha adaptação para o teatro.

Data(s): De 2 a 26 de maio de 2016
Horário(s): Quintas feiras, às 20h30
Preço(s): R$40 inteira e R$20 meia
Onde: Teatro Paiol Cultural
Rua Amaral Gurgel, 164 – Vila Buarque

15 anos após a estreia do sucesso cinematográfico que conquistou ao todo 46 prêmios, nacionais e internacionais, o marco do cinema brasileiro Bicho de Sete Cabeças ganha agora sua primeira adaptação para teatro na cidade de São Paulo.

Destacando a brutalidade e a poesia presentes na obra e trazendo cenas inéditas do roteiro original, o espetáculo promete impressionar o público. A história, baseada no livro Canto dos Malditos, de Austregésilo Carrano, com roteiro original de Luis Bolognesi e a direção cinematográfica excepcional de Laís Bodanzky, é uma tragédia que fala da intolerância no seio familiar.

Conta a história de um jovem que por dificuldade de comunicação com os pais acaba vivenciando a violência do sistema de saúde mental brasileiro. Uma crítica direta a um dos mecanismos de repressão da sociedade. Em 2001 a estreia do filme representou um dos primeiros viés artístico contestando tal realidade. No mesmo ano foi aprovada a Lei 10.216, a chamada Reforma Psiquiátrica, a fim da substituição progressiva dos hospitais de grande porte por uma rede de instituições extra­hospitalares. Porém essa iniciativa vai além do âmbito legislativo, envolvendo relações políticas, verbas públicas e uma cultura atrasada de tratamento. Sendo assim, a dificuldade de mudança ainda é presente. Considerando a omissão da sociedade sobre a violação dos direitos humanos mais básicos, a retomada dessa obra se faz necessária por sua temática e questionamentos críticos não apenas sobre o sistema, mas também das relações interpessoais.

SE ESSA VILA FOSSE MINHA
Mostra retrata transformação em comunidades da Zona Leste de São Paulo a partir do lixo.

Data(s): De 22 de março a 22 de maio de 2016
Horário(s): De terça a domingo, das 13hs às 20hs
Preço(s): Grátis
Onde: Galeria Olido
Avenida São João, 473, Estação República do Metrô – Centro

Fruto da imersão de três renomados fotógrafos em comunidades da Zona Leste de São Paulo, a mostra Se Essa Vila Fosse Minha ocupa a Galeria Olido, no centro, entre 22 de março e 22 de maio.

Com trabalhos autorais e complementares, Marlene Bergamo, Paulo Vitale e Anna La Stella foram convidados pelo documentarista italiano Daniele Ottobre para retratar os protagonistas do Varre Vila e o resultado desse trabalho foi simplesmente incrível.

“O trio de fotógrafos aceitou o desafio de contar em imagens uma bela história na qual o lixo é o ponto de partida de uma viagem que mistura consciência ambiental, engajamento popular e arte”, afirma Ottobre, curador da mostra e idealizador do livro que registra a experiência.

O MUNDO DE TIM BURTON
Exposição é uma das mais esperadas de 2016 e chega a São Paulo em fevereiro.

Data(s): De 4 de fevereiro a 15 de maio de 2016
Horário(s): De terça à sexta-feira, das 11h às 20s; aos sábados, das 9h às 21h e domingos e feriados das 11h às 19h
Preço(s): Ingressos antecipados ESGOTADOS. Vendas na bilheteria: Domingos – R$ 12 (inteira); R$ 6 (meia); grátis para crianças de até 5 anos | Terças – entrada gratuita.
Onde: Museu da Imagem e do Som – MIS
Avenida Europa, 158 – Jardim Europa

A exposição “O Mundo de Tim Burton”, que já foi exibida em cidades como Nova York, Paris e Praga, explora toda a gama do trabalho criativo do diretor e apresenta desde desenhos da primeira infância até sua carreira consolidada.

A mostra reúne mais de seiscentos itens como desenhos (raramente ou nunca antes vistos), pinturas, fotografias, fotos de filmes, storyboards, bonecos, maquetes, fantasias e objetos de sua vasta filmografia como “Edward Mãos de Tesoura”, “O Estranho Mundo de Jack”, “Batman”, “Marte Ataca !”, “Ed Wood” e “Beetlejuice”, e de projetos pessoais não realizados e pouco conhecidos que revelam seu talento como artista, ilustrador, fotógrafo e escritor trabalhando no espírito do Surrealismo Pop.

No dia 11 de fevereiro, haverá um bate-papo com a presença do diretor, após a exibição de um filme escolhido pelo público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *