Papa Francisco pede solução ‘pacífica e democrática’ para a crise na Venezuela

papa
O papa Francisco pediu neste domingo (2) uma solução “pacífica e democrática” para a crise na Venezuela e disse que estava perto das famílias dos jovens manifestantes que perderam a vida durante as manifestações contra o governo do presidente Nicolás Maduro. As informações são da agência Reuters. Durante a celebração do Angelus dominical, da janela do apartamento pontifício, na Praça São Pedro, o papa Francisco pediu à multidão para orar por Nossa Senhora de Coromoto, padroeira da Venezuela, para intervir em nome do país.
“Queridos irmãos e irmãs, o dia da independência da Venezuela será marcado em 5 de julho. Eu gostaria de assegurar a esta amada nação que eles estão nas minhas orações e expressar minha proximidade com as famílias que perderam seus filhos nas manifestações nas ruas. Apelo para o fim da violência e uma solução pacífica e democrática para a crise “. “Nossa Senhora de Coromoto interceda pela Venezuela!”, E rezemos por Nossa Senhora de Coromoto pela Venezuela “. Os críticos ao governo de Maduro estão saindo para as ruas quase todos os dias para protestar contra o que eles chamam de “criação de uma ditadura”. Os protestos, que deixaram mais de 80 mortos, frequentemente culminam em confrontos violentos com forças de segurança. No sábado, o Ministério Público da Venezuela confirmou a morte de quatro homens no estado de Lara durante as manifestações realizadas na sexta-feira. Segundo a agência EFE, chega a 86 o número de vítimas fatais na onda de protestos contra e a favor do governo de Nicolás Maduro, que já dura mais de três meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *