O HOMEM NAS TREVAS

Data de lançamento 8 de setembro de 2016 (1h 28min)
Direção: Fede Alvarez
Elenco: Stephen Lang, Jane Levy, Dylan Minnette mais
Gêneros: Terror, Suspense
Nacionalidade: Eua

SINOPSE E DETALHES
Não recomendado para menores de 14 anos

Três adolescentes sempre escaparam de seus roubos, todos perfeitamente planejados. No entanto, quando realizam seu último crime, assaltando a casa de um senhor cego, o jogo muda. Encarcerados no local, eles precisam lutar por suas vidas contra um psicopata cheio de segredos e terrivelmente habilidoso.

Crítica

Após realizar o incrível curta-metragem Ataque de Pânico (2009), no qual robôs atacam Montevidéu, o jovem diretor uruguaio Fede Alvarez chamou a atenção de Hollywood. Em 2013, assumiu a realização de A Morte do Demônio, com direito a produção de Sam Raimi. Agora, chega aos cinemas com seu segundo longa norte-americano: O Homem nas Trevas.

Alvarez demonstra mais uma vez possuir um ótimo domínio das cenas de tensão e suspense. O novo filme é envolvente e energético. E, mesmo adotando uma série de clichês, consegue não ser previsível em momento algum.

Três jovens realizam pequenos roubos procurando mudarem de realidade. Os crimes são sempre muito planejados, evitando grandes riscos. Determinado dia, eles descobrem que um senhor em um bairro próximo recebeu uma grande quantia em dinheiro. E que mantém todo o valor em sua casa. O que seria o último golpe do trio acaba se transformando em um verdadeiro pesadelo.

O dono da casa, mesmo cego, não vai deixar barato. E também se revelará com muitos esqueletos em seu armário. Neste sentido, o longa é bem interessante. Ele conta com protagonistas bandidos e com uma ameaça que, na verdade, surge como vítima. É uma inversão de posições bem curiosa. E que obriga ao espectador a refletir sobre as atitudes de todos os personagens.

Com aproximadamente uma hora e meia de duração, a produção é narrativamente imprevisível, mas peca por alguns clichês. Todo personagem tem seu momento super-herói, que acaba prejudicando a experiência.

Ainda assim, estamos diante de um curto, mas excelente elenco. Jane Levy, Dylan Minnette e Daniel Zovatto vivem os três jovens, enquanto que o veterano Stephen Lang surge muito ameaçador na pele do senhor cego.

Don’t Breathe (no original) conta com uma ótima direção de fotografia. O roteiro é bastante original, oferecendo cenas bem inovadoras. O que fazer quando se é cego e tem a casa invadida? Simples, apaga-se a luz. Soluções do tipo fazem da produção algo bem eficiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *