Morre atriz Rogéria, aos 74 anos, no Rio

tra

UOL

A atriz Rogéria, 74 anos, morreu na noite de ontem, poucas horas depois de voltar a ser internada em um hospital na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, com uma nova infecção urinária.

A morte de Rogéria foi confirmada pelo empresário dela, Alexandro Haddad, por telefone.

Abalado, ele não quis dar mais informações.

Rogéria já havia sido internada em julho, depois de sentir fortes dores nas costas.

A atriz realizou uma bateria de exames, que apontaram para uma infecção urinária. Ela foi deslocada para a UTI e recebeu alta duas semanas depois.

“Sabia que ela era respeitada e querida, mas não tinha noção de que o Brasil inteiro estava orando por ela”, comemorou o empresário dela, na ocasião.

Nascida como Astolfo Barroso Pinto em 25 de maio de 1943, em Cantagalo, interior do Rio, Rogéria –que se dizia a “travesti da família brasileira”– era uma das transformistas mais antigas em atividade no Brasil e um dos ícones da causa LGBT (sigla para lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros).

Ela usava roupas e maquiagens femininas desde a adolescência e se considerava transgênero, mas nunca teve vontade de realizar a cirurgia de redesignação sexual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *