Menino de 12 anos é aceito em uma das melhores universidades dos EUA

Não demorou muito para os pais de Jeremy Schuler perceberem que o menino era muito mais inteligente que a média.

Afinal, aos 2 anos ele já era capaz de ler em inglês e coreano – língua nativa de sua mãe. Aos 5, tinha lido obras complexas, como O Senhor dos Anéis, e aos 6, começou a estudar cálculo. Hoje, aos 12, é aluno de engenharia da Universidade Cornell, uma das mais conceituadas dos EUA.

E, acredite se quiser, sua ida à faculdade teve que ser adiada: seus resultados no SAT, uma espécie de ENEM americano, garantiriam sua vaga mais cedo, quando Jeremy ainda tinha 10 anos. Mas, como a família morava no Texas e a Universidade em Nova York, do outro lado do país, o plano teve que ser postergado.

Quando o garoto ainda era criança – ou melhor, mais novo, já que ele é uma criança universitária -, seus pais, ambos engenheiros aeroespaciais, se perguntaram qual seria o sentido de matricular no jardim de infância um garoto que já sabia ler e fazer contas relativamente difíceis. Então a mãe, Harrey, decidiu deixar a carreira para se tornar sua professora.

Foi ela quem ajudou Jeremy a desenvolver seu potencial. A socialização com outras crianças era uma questão importante, já que ele ficava com medo das outras crianças correndo e gritando nos parquinhos. Mas, quando viajou até um acampamento de matemática, o menino foi muito sociável, o que fez os pais concluírem que ele apenas precisava de pessoas com os mesmos interesses.

O reitor da Universidade Cornell, Lance Collins, considera que existe o risco de extrapolar na antecipação de etapas na educação do garoto, mas acredita que, caso ele permaneça em sua trajetória, um dia será capaz de resolver problemas que ainda nem foram concebidos.

Jeremy já está se adaptando à vida universitária, tem alguns amigos, e nem está tendo tantas dificuldades: “As aulas, por enquanto, ainda estão fáceis, mas eu sei que logo elas ficarão bem difíceis”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *