Justiça autoriza permanência de Lúcio Funaro na sede da Polícia Federal até agosto

justiça
O juiz federal Vallisney Oliveira deferiu o pedido do Ministério Público Federal (MPF) autorizando a permanência de Lúcio Funaro na sede da Polícia Federal em Brasília. Conforme pedido do órgão, o corretor aliado ao ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) ficará na superintendência até 11 de agosto, para que sejam colhidos novos esclarecimentos sobre as operações Sépsis e Cui Bono. Funaro está negociando com o MPF acordo de delação premiada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *