INSTITUTO FLORESTAL: LAZER E BEM-ESTAR AOS MORADORES E VISITANTES DA ZONA NORTE

Para os moradores e visitantes da Zona Norte não faltam motivos para se divertir. Há quem prefere correr no Horto Florestal, ou até mesmo relaxar no Núcleo Engordador. Lugares lindos e divertidos como o Parque Estadual da Cantareira, que desenha um cenário encantador e proporciona ao visitante contato direto com a natureza.

Neste último final de semana de férias há várias opções de lazer e bem-estar na região.

O Instituto Florestal, por exemplo, é o local ideal para quem procura diversão e qualidade de vida. O órgão coordena as unidades de conservação do Estado, e o Museu Florestal Otávio Vecchi, especializado em madeira. Ao lado desse prédio, há uma placa determinando o local exato por onde passa o Trópico de Capricórnio, a linha geográfica imaginária que divide a zona tropical da temperada no Hemisfério Sul.

A entidade é pioneira nas ações de conservação da natureza administra dez estações ecológicas, um parque estadual, 18 estações experimentais, dois viveiros florestais e 14 florestas estaduais, além de apoiar a gestão de Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo pela UNESCO em 1994.

O Instituto é o guardião da biodiversidade do Estado de São Paulo, cuja população é beneficiada com a proteção, conservação e manejo de nossos ecossistemas.

E os parques que compreendem o instituto constituem unidades de conservação terrestres e de inúmeras nascentes.

Este grande fragmento de Mata Atlântica abriga diversas espécies de fauna e flora, sendo que algumas constam da Lista Oficial das Espécies Ameaçadas de Extinção no estado de São Paulo, além de diversos mananciais que outrora fizeram parte do antigo Sistema Cantareira de Abastecimento de Águas de São Paulo, por meio das represas do Engordador, Barrocada e Cabuçu, além de pequenos reservatórios e tanques.

Parque da Cantareira

 

zonanorte_04

 

Localizado ao lado do Horto Florestal, o parque possui uma das maiores áreas de mata tropical nativa do mundo situada dentro de uma região metropolitana. Seus 7.900 hectares são formados por remanescentes de Mata Atlântica. O parque assegura a proteção de seus mananciais, além de abrigar diversas espécies animais ameaçadas de extinção, como o bugio, o gato-do-mato, a jaguatirica, o macuco, o gavião-pomba, o jacuguaçu e o bacurau-tesoura-grande. Também possui diversas espécies vegetais, incluindo algumas ameaçadas de extinção, como a imbuia, a canela-preta e a canela-sassafrás.

Núcleo Pedra Grande

zonanorte_05

 

Foi o primeiro núcleo aberto ao público em 1989. Oferece ao visitante a oportunidade de um contato direto com a Mata Atlântica; sua trilha tem 9,5 quilômetros contando a ida e volta, chegando em seu ponto mais alto na grande pedra, que fica há mil metros de altitude, e sua posição permite ver boa parte da cidade de São Paulo. Um excelente passeio para quem gosta de caminhar e curtir lindas paisagens e vistas.

Núcleo Engordador

zonanorte_06

O local oferece aos visitantes a oportunidade de conhecer um ambiente característico de Mata Atlântica, com vegetação densa, árvores de grande porte, samambaias, orquídeas, bromélias e rico em recursos hídricos. É possível, ainda, conhecer um pouco da história da região. Lá está a primeira represa que abastecia a cidade de São Paulo, e o que impressiona é a casa de máquinas com seus grandes motores que bombeavam esta água para a cidade. Vale conhecer as trilhas, principalmente a que leva para as cachoeiras. Também foi ponto de descanso de boiadeiros e tropeiros que vinham da região de Minas Gerais.  A infraestrutura do núcleo inclui estacionamento, portaria, área de piquenique e diversas trilhas. A quem gosta de aventura é uma ótima sugestão.

Informações
Dias e horários de funcionamento: Sábado, domingo e feriados, das 8h às 17h. Confirmar nos núcleos os horários permitidos para acesso às trilhas.
Ingresso: R$ 12 (crianças menores de 12 anos, adultos com mais de 60 anos e pessoas com deficiência não pagam). Estudantes pagam meia-entrada.

Endereços:
Núcleo Pedra Grande: Rua do Horto, 1.799 – Horto Florestal
Núcleo Águas Claras: Av. Senador José Ermírio de Moraes, s/nº – – Mairiporã. Fone: 4485-3975
Núcleo Cabuçu: Av. Pedro de Souza Lopes, 7.903 – Jardim São Luis, Guarulhos. Fone: 2401-6217
Núcleo Engordador: Av. Cel. Sezefredo Fagundes, (altura do no 19.100) – Jardim Cachoeira, São Paulo. Fone: 2995-3254

Estacionamento (Núcleos Águas Claras, Engordador e Cabuçu)
Carros: R$ 6 / Motos: R$ 4
Vans e micro-ônibus: R$ 12

Telefone: 2203-3266, 2401-6217 e 2995-3254, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, ou por e-mail: pe.cantareira@fflorestal.sp.gov.br; pec.cabucu@fflorestal.sp.gov.br; pec.engordador@fflorestal.sp.gov.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *