Macro e micronutrientes que aporta a corvina

Hoje em dia, o peixe ganhou um lugar especial na cozinha, que logo repercute na saúde. Dentro da variedade de peixes, se encontra a corvina, que possui propriedades nutricionais importantes graças aos macro e micronutrientes que aporta.

A corvina é um peixe que vive naturalmente tanto na água do mar como na água do rio. Existem diferentes espécies, entre as mais conhecidas se encontram a corvina-branca (originária do Mar Mediterrâneo), a corvina-preta e a corvina de rio.

Este peixe é muito apreciado pelos chefs por se adaptar a diferentes receitas e diferentes tipos de cocção. Por outro lado, também é apreciado pelos nutricionistas por suas propriedades nutricionais e os macro e micronutrientes que aporta.

Graças a isso, é interessante conhecer qual é a composição química por 100 g de corvina (*) Datos obtidos da tabela de calorias e nutrientes proporcionada pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

Calorias: 104

Proteínas: 17.78 g

Lipídios: 3.17 g Dentro dos lipídios, se destacam os ácidos ômega 3.

Minerais que aporta: Cálcio, iodo, ferro, magnésio, potássio, fósforo, zinco e sódio.

Vitaminas que aporta: Vitaminas do complexo B (folatos, niacina, tiamina, vitamina B 12 e vitamina B6), vitamina E, vitamina D e vitamina K.

Leve em conta que um filé de corvina pesa aproximadamente 79 g ou 2.8 onças. Ou seja, aportará ao redor de 82 calorias. Este dado pode ser útil se você decide utilizar a corvina como alimento dentro de uma dieta para emagrecer.

Se é tomada a precaução de cozinhar a corvina na forma adequada, estes nutrientes não se perderão e poderão ser funcionais para manter a saúde, especialmente a saúde cardiovascular.

Para que você possa obter todos estes benefícios, eu te sugiro cozinhar a corvina na grelha, na chapa, no forno com papel alumínio ou no vapor. Por outro lado, você pode reforçar todas estas propriedades nutricionais acompanhando a corvina com vegetais crus, vegetais cozidos no vapor ou mesmo com cereais integrais.

Lembre-se que para obter as propriedades nutricionais dos alimentos, é necessário que você conheça não só que nutrientes contém, mas também saber como potenciá-los através da cozinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *