Candidatos a delator correm para fechar acordo sob Janot

delator

A Procuradoria-Geral da República está acelerando os trabalhos para finalizar a negociação de pelo menos cinco acordos de delação premiada até a saída do chefe do órgão, Rodrigo Janot, em 17 de setembro.

Segundo relatos de investigadores à reportagem, o procurador-geral e sua equipe pretendem concluir as tratativas com a empreiteira OAS, o ex-ministro Antonio Palocci, o empresário Henrique Constantino, sócio da Gol, o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e o doleiro Lúcio Bolonha Funaro.

Mesmo com a viagem de Janot aos EUA durante a semana, o grupo dedicado à Lava Jato trabalhou intensamente.

O dia mais movimentado foi anteontem, quando os procuradores fizeram reuniões até as 23h30.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *