Artistas transformam esculturas de sorrisos gigantes em incríveis obras de arte que invadem capitais brasileiras

Há um ano, São Paulo era só sorrisos, isso porque um monte de esculturas de bocas customizadas por artistas urbanos invadiu as ruas de São Paulo. O Projeto Sorriso Para Todos, uma iniciativa do Ministério da Cultura, com o apoio da Colgate, agora volta a acontecer em mais três cidades brasileiras.

Celebrando o Dia Mundial do Sorriso, em 28 de abril, a ideia espalha alegria e, fala sério, tem coisa melhor do que sorrir? Às vezes este simples ato muda o dia de alguém pra melhor, porque qualquer vibe ruim fica de lado.

Neste ano, serão 18 sorrisos expostos nas ruas das cidades de Belo Horizonte, Salvador e Curitiba e nas estações de metrô de São Paulo a partir do dia 28 de abril até o dia 27 de maio. As obras inéditas contam com a curadoria da artista Renata Junqueira.

Mas, afinal, quem vai transformar essas bocas em obras de arte? Resposta: figuras importantes dentro do cenário da street art. Nove, que desde 1999 é apaixonado pelo o que faz e segue colorindo as ruas do mundo todo com seus murais de cores vibrantes e de composições geométricas (falamos dele na nossa incrível Seleção Hypeness de grafiteiros brasileiros; Enivo, que também está lá na lista, e que aos 12 anos já começava a pintar os muros do Grajaú e hoje é sócio fundador da Galeria A7MA, focada em arte urbana; e a Siss, artista plástica que conheceu o stencil em 2010 e nunca mais foi a mesma.

Participam ainda os artistas Ed Mun (Belo Horizonte) – grafiteiro desde 1997, já expôs seus trabalhos dentro e fora do Brasil; Fael (Salvador) – artista plástico baiano que em 2001 caiu nas graças do graffiti e não parou mais; e Valdecimples (Curitiba) – que atua na arte urbana desde 1994, e no design com sua marca de roupas.

Você pode ver todas as esculturas de pertinho e compartilhar sua foto nas redes sociais com a hashtag #SorrisoColgate. Haverá ainda espaço para as projeções visuais assinadas por Ivan Shupikov, artista com mais de 25 anos de carreira, que podem ser vistas todos os dias, à noite, a partir das 19 horas em todos os locais participantes e em São Paulo, todos os dias no horário de funcionamento do Metrô.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *