Arroz Integral – Benefícios, como fazer e dicas de receitas

Saiba todos os benefícios do arroz integral em uma dieta para quem visa tanto ganhar massa muscular ou emagrecer.

A combinação bem brasileira de arroz e feijão tem seus benefícios. Entre vários, consumi-los juntos melhora a absorção dos minerais e vitaminas que tais alimentos possuem. Por isso, a alimentação do brasileiro ainda é uma das melhoras, com alimentos saudáveis, a começar pelo arroz e feijão de cada dia.

Contudo, existe uma maneira de melhorá-la ainda mais, pensando, especialmente, em um dos alimentos mais consumidos por nós, brasileiros: o arroz. Sua versão integral possui muito mais nutriente, com uma dose maior de minerais, vitaminas e, é claro, fibras.

De modo oposto ao arroz branco, o integral não segue pelo processo de refinamento, o que induz com que todos os nutrientes de originalidade sejam preservados na própria composição.

O cereal se caracteriza rico no ácido fólico, sais minerais e vitaminas, e o mesmo deve ser acrescentado todos os dias pela dieta, nas porções com 50 gramas, que são equivalentes a cerca de 3 colheres e meia do arroz.

Propriedades nutricionais do Arroz Integral

A porção de centro em relação ao grão integral é formada de modo majoritário pelo amido. E a camada mais externa, sem contar lipídeos e proteínas, se apresenta rica nas vitaminas, ou seja, riboflavina, niacina, tiamina e alfa-tocoferol; fibras solúveis e insolúveis, que são pectina, hemicelulose, celulose e amido resistente.

E ainda minerais, o magnésio, manganês, selênio, fósforo, potássio e cobre. E se resume também fonte de compostos fenólicos. Para 100 g do arroz integral cozido são obtidas 111 kcal, em própria maioria com proveniência dos carboidratos, sendo 23 g.
Há também 2,6 g das proteínas e 1 g da gordura. O arroz integral oferece propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que ajudam em tratar e conduzir muitas enfermidades.

Benefícios do Arroz Integral em uma dieta

Entre os benefícios da versão integral do arroz, pensando no seu alto teor de fibras, a diminuição da gordura corporal e o emagrecimento fazem parte da lista. As fibras quebram lentamente no organismo para virar glicose. Quando não ocorre uma concentração grande de glicose, assim como é ocorrido com o arroz normal, ocorre uma menor criação de reservas de gordura, ou seja, as gorduras localizadas. Isso ajuda a manter a forma, além de emagrecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *